Imprimir
PDF
25
Abr

Laparoscopia na Urologia

Escrito por Administrator.

A palavra "Laparoscopia" significa olhar para dentro do abdômen. A cirurgia Videolaparoscópica é realizada através de pequenas incisões (cortes) realizadas na pele, por onde são introduzidos os instrumentais cirúrgicos e uma câmera que proporcionará uma imagem de alta nitidez e de grande aumento.


Em 1990, foi realizada a primeira nefrectomia laparoscópica ( retirada do rim ) pelo Dr Ralph Clayman (Universidade de Washington). Desde então a laparoscopia aplicada a urológica não parou mais de evoluir de forma extremamente rápida. Inúmeros procedimentos passaram a ser realizados por essa técnica ano a ano e vasta literatura científica foi publicada confirmando a segurança e eficácia desta via de acesso. Em 1998, um novo salto ocorreu quando dois Urologistas franceses Dr Bertrand Guillonneau e Dr Guy Vallancien realizaram a primeira retirada de tumor de próstata por via laparoscópica (prostatectomia radical laparoscópica ).


A laparoscopia oferece, entre outras vantagens, menor dor pós-operatória, melhor visão e precisão para o cirurgião ( a câmera aumenta a imagem cerca de 20 vezes ), menor sangramento durante a cirurgia, menor risco de infecção de ferida operatória, menor cicatriz com melhor resultado estético, menor período de internação hospitalar na maioria dos casos, retorno mais rápido as atividades.


Hoje em dia, a maioria das cirurgias da urologia já são feitas por via laparoscópica. Essa via é padrão ouro, ou seja, método de preferência para cirurgias como adrenalectomia (retirada da glândula adrenal ), nefrectomia (retirada do rim) tanto para o tratamento do câncer renal como no transplante renal de doador vivo e pieloplastia (tratamento de estenose renal ).  Tem aplicação na exploração cirúrgica de testículo abdominal e pode ser utilizada para esvaziamento ganglionar de pacientes com câncer. Também para o tratamento do câncer de próstata, vários autores têm demonstrado que a cirurgia laparoscópica é eficaz, evidenciando os mesmos resultados que a cirurgia aberta no controle do câncer, porém com as vantagens da laparoscopia, notadamente a menor perda sanguínea. Mesmo cirurgias de grande porte como a retirada da bexiga para tratamento do câncer deste órgão vêm sendo realizadas com sucesso nos grandes centros de referência.


Novas tecnologias não param de surgir para permitir o tratamento dos pacientes com o menor trauma possível. O urologista está no centro desta evolução. Por tudo isso, a importância dos programas de treinamento em laparoscopia, tanto na residência médica como em cursos, significa em última instância  o acesso do paciente ao melhor tratamento possível para sua patologia.

Mais Artigos...

Entre em contato!

Complexo São Mateus - TORRE SAÚDE

(85) 3224-2460

(85) 3086-1070

(85) 9 8907-5241 (whatsapp)

Av. Santos Dumont, 5753 - Papicu

persici@hotmail.com

Instagram: @clinicadrgustavopersici